A Desencarnação dos Animais

Título: A Desencarnação dos Animais
Autor: Janete Marie Monteiro Figueiredo
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 120
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9788576182207
Edição:
Lançamento: Fevereiro de 2011
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Muitos livros têm sido escritos sobre animais domésticos. Mas nenhum deles elucida com tanta clareza, simplicidade e riqueza de detalhes, o desencarne e socorro espiritual aos nossos irmãozinhos indefesos. A Desencarnação dos Animais vem suprir este espaço não preenchido na literatura espírita acerca de um assunto nunca antes abordado. É, por isso mesmo, uma obra de imensa ajuda para aqueles que ainda não se conscientizaram de que matar os animais, além de ser um ato de extrema crueldade, colabora para interromper o ciclo evolutivo desses seres da Criação, dos quais já fizemos parte um dia. Trata-se de um relato de profunda sensibilidade que não se detém à maldade praticada contra eles. Ao contrário, descortina o panorama em que se dá o socorro espiritual, no exato momento do holocausto a que são submetidos pelos homens, e revela para qual localidade do Espaço cada espécie é conduzida, após o atendimento amoroso.
Fabrício, um jovem médico-veterinário que parte desta vida para realizar no Espaço uma missão especial junto às consciências coletivas, relata toda a sua trajetória como socorrista espiritual na colônia Celeiro dos Anjos, localizada na contraparte etérica da bios­fera terrestre. E vai mais além: esclarece numa linguagem bastante acessível como se dá a evolução animal, ao mesmo tempo em que explica a verdadeira definição de alma-grupo, assunto considerado de difícil compreensão até entre os estudiosos.
Com toda certeza, esta é uma obra que nos fará refletir a fundo e romper definitivamente com o antigo hábito de servir à mesa “alminhas” tão indefesas.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


Os Pássaros Não Dizem Adeus

Título: Os Pássaros Não Dizem Adeus
Autor: Janete Marie Monteiro Figueiredo
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 128
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Costurado e Colado
ISBN: 978-85-7618-135-4
Edição:
Lançamento: Abril de 2008
Preço: R$ 40,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Grande parte da humanidade ainda receia a passagem pelas portas libertadoras da chamada morte: como pássaros engaiolados, temem deixar a prisão limitadora da matéria para alcançar a amplidão da vida maior, a exemplo de Frederico, o pássaro da fábula que inicia este conjunto de depoimentos verídicos sobre a realidade do Além.
Poderia ser uma coletânea de contos, mas, na realidade, são histórias de diversos espíritos que narram sua chegada ao outro lado da vida, nas mais diversas condições, reflexos da semeadura cármica das últimas existências na matéria.
É também um desfile da galeria das paixões humanas. O médico nazista, o rico, o mendigo, a moça que cuidava de gatos, o operário do matadouro, o índio da Amazônia, a jovem tetraplégica, o general e o soldado, retratam na diversidade de experiências e relações o rol dos afetos, temores, viciações e fraquezas que tecem a condição humana neste planeta.
Em cada história reencontramos os fascinantes mecanismos sábios da Lei Cármica, que permite a cada espírito transmutar, na oficina dos séculos, todas as imperfeições em degraus de subida para os grandes vôos da alma, o que torna esta obra, de fácil e prazerosa leitura, um aprendizado objetivo sobre a realidade da vida imortal.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


Alguém Espera por Mim

Título: Alguém Espera por Mim
Autor: Janete Marie Monteiro Figueiredo
Coautor: Joaquim Manuel de Macedo
Formato: 14x21cm
Páginas: 176
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 978-85-7618-173-6
Edição:
Lançamento: Maio de 2009
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Ao alvorecer do século XX, o Rio de Janeiro ainda não era literalmente a Cidade Maravilhosa. Privilegiada pela natureza por sua belíssima geografia, mas insalubre, era evitada pelos estrangeiros que a contemplavam somente à distância, do convés dos navios. Na época, um surto descontrolado e simultâneo de febre amarela, varíola, cólera e peste bubônica provocou um grande temor em seus habitantes e o consequente isolamento da população. Nesse panorama crítico surge então o socorro do Alto, na figura de Oswaldo Cruz, médico, bacteriologista e missionário disposto a libertar a capital desses flagelos. Sua luta titânica contra a ira popular, a ignorância, os preconceitos, a inveja e os interesses políticos escusos constituem o pano de fundo desta obra, culminando na famosa revolta da vacina. O cotidiano do Rio de Janeiro e o entrechoque das facções que o apoiavam e o detestavam, a campanha dos jornais, o deboche e as calúnias, surgem com nitidez e naturalidade nestas páginas que revivem o Rio de 1904, com sua bela paisagem e grandes transformações urbanísticas que sofria, em meio à cruzada do grande sanitarista.
Nesse contexto é que se desenha a romântica narrativa que envolve um jovem médico, Rafael, e Eleonora, mulher de rara beleza, meiga, bondosa e estigmatizada pela condição de cortesã de luxo, que colocava a seus pés os homens de maior projeção da capital. Envolvidos por um sentimento profundo e arrebatador, essas almas afins se esquecem de que a condenação social lhes proíbe a felicidade. E logo a mão dramática do destino intervém: o pai de Rafael, um dos admiradores de Eleonora, quer separá-los e lhe trama a morte.
Diversos outros dramas se entrelaçam em torno dessas duas almas, compondo a trama singular que culmina em inesperado desfecho orquestrado pela lei cármica, ressaltando a força do verdadeiro amor que une as almas além do tempo e do espaço.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.