Manoel Philomeno de Miranda

Manoel Philomeno Baptista de Miranda nasceu em Conde, na Bahia, em 1876. Diplomou-se em Ciências Econômicas, pela Universidade Federal daquele estado. Ajudava sempre aqueles que o procuravam, pudessem ou não retribuir os seus serviços profissionais. Interessou-se pelo estudo e prática do espiritismo, após ter sido curado com passes e água fluidificada prescritos pelo médium baiano Saturnino Favila. Mesmo modesto, não pôde impedir que suas atividades sobressaíssem nas diversas frentes de trabalho que empreendeu em favor da Doutrina Espírita. Dedicou-se com empenho às reuniões mediúnicas, especialmente às de desobsessão. Salientava como imprescindível o preparo adequado dos trabalhadores para o intercâmbio espiritual, resguardado na oração, na vigilância e na moralidade superior. Retornando à pátria espiritual, foi estudar mais profundamente as alienações por obsessão e as técnicas de desobsessão, e então foi convidado por Joanna de Ângelis a dar sua valiosa contribuição ao trabalho redentor, por intermédio do médium Divaldo Franco, que dele recebeu várias obras, como Nos Bastidores da Obsessão, Trilhas da Libertação, Grilhões Partidos, Nas Fronteiras da Loucura, Entre os Dois Mundos e outras. Desencarnou em 1942, testemunhando a grandeza da alma imortal.

Clique aqui para ver os livros de Manoel Philomeno de Miranda





Livros em destaque


Comprar - R$40,00

Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!