Umbanda e sua História

Título: Umbanda e sua História
Autor: Diamantino Fernandes Trindade
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 148
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9786557270585
Edição:
Lançamento: Agosto de 2020
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Esta magnífica obra nos leva a uma viagem no tempo. Devassa solenemente o passado e se aprofunda nas raízes primevas do surgimento da humanidade planetária, e, dentro dela, da magistral e Divina revelação – a Umbanda.
Como o leitor verá, Diamantino Fernandes Trindade nos faz parecer que estamos vivenciando e penetrando em épocas imemoriais, isto é, há mais de milhão de anos.
Sim, nossa tão desconhecida, deturpada e vilipendiada Umbanda é a vetusta e sublime “Senhora da Luz Velada”, a qual o autor muito sutilmente procura, na paz e na ordem, retirar-lhe os véus.
Veremos no transcurso da leitura amena e agradável deste valioso livro que a Umbanda é realmente a Religião-Primeva, o Conhecimento- Uno. Mais que isso, as próprias leis divinas aplicadas ao “homem planetário”. Sentiremos nosso espírito envolto na Luz que a Umbanda nos envia através de seus diletos Mentores Espirituais; estes ainda tão mal compreendidos – caboclos (seres espirituais da Raça Vermelha); pretos velhos (seres espirituais das Raças Vermelha e Negra) e crianças (seres espirituais das Raças Vermelha, Negra, Amarela e Branca).
O leitor concluirá como esse possante Conhecimento Cósmico foi deturpado, e mesmo esquecido, no seio das várias civilizações. Também entenderá com clareza como no Brasil, há mais de quatro séculos, o Mundo Espiritual, através de sábios e abnegados Mestres Planetários, vem tentando através do Movimento Umbandista restaurar a Umbanda – a Perdida Síntese Cósmica.
É isto que se apresenta aqui em minúcias e pormenores jamais escritos, portanto inéditos.
Ao adquirir esta obra, o leitor estará de posse de um livro-luz, que poderá iluminá-lo e orientá-lo na senda do conhecimento e do autoaperfeiçoamento, através da “Senhora da Luz Velada”.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


História da Umbanda no Brasil – Vol. 10

Título: História da Umbanda no Brasil - Vol. 10
Autor: Diamantino Fernandes Trindade
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 340
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9786557270363
Edição:
Lançamento: Junho de 2020
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: A EDITORA DO CONHECIMENTO traz aos leitores o décimo volume da coletânea que resgata a História da Umbanda. Diamantino Fernandes Trindade apresenta matérias jornalísticas de periódicos já extintos, artigos, entrevistas e imagens ainda desconhecidos dos adeptos e simpatizantes dessa religião. Esta nova obra é um convite ao mergulho num mundo histórico da Umbanda, penetrando nos meandros do cotidiano dos terreiros e organizações federativas umbandistas desde as primeiras décadas do século XX até os dias de hoje, no Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e outros estados da União. São mostrados aqui aspectos externos dos diversos ritos que compõem o universo dessa religião praticada por milhares de templos e adeptos. É possível entender como as perseguições policiais afetaram e fortaleceram a Umbanda ao longo de mais de um século e, ao mesmo tempo, valorizar a liberdade de culto atual, mesmo com a intolerância religiosa que ainda vigora hoje. Há diversas maneiras de escrever a História da Umbanda. Uma delas ocorre com os recursos da pesquisa primária por meio de documentos e imagens, como nesta obra que mostra a faceta jornalística com a reprodução na íntegra das matérias do cotidiano dos periódicos nacionais. Para quem se interessa pela Umbanda, aqui está uma obra de inestimável valor que permite conhecer algo que só é possível com anos de leitura e pesquisa.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


Umbanda, Macumba e Cultos Afro-brasileiros

Título: Umbanda, Macumba e Cultos Afro-brasileiros
Autor: Diamantino Fernandes Trindade
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 260
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9786557270042
Edição:
Lançamento: Maio de 2020
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Este novo trabalho do historiador Diamantino Fernandes Trindade percorre vários caminhos ainda desconhecidos dos cultos afro-brasileiros, retratados em importantes periódicos brasileiros do final do século 19 e do século 20, situando, sem interferências, os leitores e pesquisadores na vivência diária dos terreiros, dos centros e tendas da época. A tarefa de alguns médiuns curadores, como Padre Donizetti e Nhá Chica, é ressaltada desta vez, bem como a de outros importantes médiuns do cenário espiritualista brasileiro, a exemplo de Pai Roberio de Ogum, Joãozinho da Goméia, Tia Neiva e Tata Tancredo da Silva Pinto. A perseguição religiosa dos dias atuais não é algo novo, como se poderá constatar nos artigos apresentados nesta obra. Em livros anteriores, as matérias ficaram concentradas aos periódicos do eixo Rio-São Paulo. Agora, são abordados também artigos de outros estados brasileiros, além de um de jornal lusitano. O autor faz também uma análise de cinco livros dos conceituados autores: Óscar Ribas, André Drooges, Leopoldo Bettiol, Yvonne Maggie Alves Velho e Abguar Bastos. E um capítulo especial é reservado às baluartes do candomblé baiano: Olga do Alaketu, Mãe Senhora, Mãe Menininha do Gantois e Mãe Stella de Oxóssi. Mais um primoroso trabalho que se junta à série de “resgate da memória da religião umbandista”.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


Capitão Pessoa e a Tenda Espírita São Jerônimo

Título: Capitão Pessoa e a Tenda Espírita São Jerônimo
Autor: Diamantino Fernandes Trindade
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 152
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9786557270035
Edição:
Lançamento: Abril de 2020
Preço: R$ 35,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Mais uma obra vem a lume contribuindo para o resgate da memória da Umbanda. Desta vez, o pesquisador Diamantino Fernandes Trindade nos brinda com o percurso de um importante baluarte dessa religião umbandista: Capitão José Álvares Pessoa. Conhecedor profundo de todos os ramos do espiritualismo e das ciências ocultas, Capitão Pessoa, como era chamado por aqueles que se formaram sob sua orientação na Tenda Espírita São Jerônimo, uma das sete casas-irmãs da Tenda Espírita Nossa Senhora da Piedade, fundada pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas. Nessa casa, que ele dirigiu por mais de 30 anos, criou um sistema de trabalho que, sem esquecer a contribuição africana e sem enveredar pela senda do puro orientalismo, procurava alcançar o equilíbrio necessário à Umbanda. Além de substanciais e emocionantes discursos, escreveu inúmeras matérias para jornais e revistas. Possuía uma mediunidade brilhante, e também o dom da pintura, em cujos quadros chegou a retratar os orixás. Participou de diversas exposições. Algumas de suas telas foram divulgadas na antiga revista carioca O Cruzeiro e são compartilhadas com o leitor, ao final desta obra.
Capitão Pessoa era um fervoroso devoto de Xangô e de São Jerônimo. Desfrutava da amizade do Grão-Mestre da Umbanda Esotérica, W. W. da Matta e Silva.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


Aluno de Mirim

Título: Aluno de Mirim
Autor: Sergio Navarro Teixeira
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 98
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Costurado e Colado
ISBN: 9788576184904
Edição:
Lançamento: Janeiro de 2020
Preço: R$ 35,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: É preciso que cada filho de Umbanda saiba que o seu trabalho feito num terreiro depende muito e inteiramente da forma como ele vive a sua própria vida material. – Caboclo Mirim

Caboclo Mirim ensinava que a Umbanda é para ser vivida, principalmente nas pequenas coisas do cotidiano. Mas não é fácil ensinar que altares e imagens santas nunca irão substituir o verdadeiro altar do templo sagrado do coração. A “Escola da Vida” preconizada por Mirim vai muito além dos rituais na Tenda, dos grandes tambores, do uniforme branco e da maravilhosa Gira mensal.
No seu primeiro trabalho, Reflexões sobre a Escola de Caboclo Mirim, publicado pela Editora do Conhecimento, o autor apresentou um estudo minucioso sobre a teologia umbandista e a ritualística praticada pelo Mestre. Agora, nos leva a conhecer melhor sua filosofia de desenvolvimento humano, o verdadeiro sentido de uma religião, que conduz cada Aluno de Mirim às experiências íntimas que precisa viver, num verdadeiro processo de despertar: livre de medos, de superstições, e consciente da sua responsabilidade diante da própria Centelha de Vida!

Aquele que não tiver disciplina para entender a si próprio, nunca poderá entender os outros. – Caboclo Mirim


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


A Tenda Espírita Mirim

Título: A Tenda Espírita Mirim
Autor: Diamantino Fernandes Trindade
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 278
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9788576184775
Edição:
Lançamento: Julho de 2019
Preço: R$ 40,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: A EDITORA DO CONHECIMENTO traz aos leitores uma importante obra sobre dois baluartes da Umbanda: Caboclo Mirim e seu médium Benjamim Figueiredo, que, juntamente com Zélio de Moraes e seus contemporâneos, deu uma enorme contribuição para a descriminalização e crescimento dessa religião ancestral. Fundada em 1924, a Tenda Espírita Mirim administrada por ele deu origem a inúmeras outras casas espalhadas pelo território nacional, tornando-se um dos mais importantes núcleos umbandistas do país, porque funcionava como uma escola-modelo muito à frente de seu tempo. É pelas mãos do pesquisador Diamantino Fernandes Trindade, através de sua constante tarefa de resgate histórico da memória umbandista, que esse missionário notável e infatigável ressurge nas páginas deste livro para relembrar seu papel numa época em que a Umbanda era muito mal compreendida, e quando reinava uma verdadeira desunião entre seus adeptos e no próprio seio de suas instituições. Foi Benjamim Figueiredo quem difundiu a ideia de uma umbanda sadia, discreta, sem matança de animais, numa harmonia perfeita entre amor e disciplina, abolindo de seus rituais elementos ligados a “macumbas” e “feitiçarias” reinantes na época, bem como a outros relacionados ao culto católico e à cultura africana.
Não é possível esquecer uma escola tão profícua e bela em seus mistérios e simplicidade como a Escola de Mestre Mirim. Por isso, o extenso material reunido nesta obra, com preciosos depoimentos, inúmeras fotos, vasto material jornalístico, e inclusive um adendo intitulado “O vocábulo Umbanda na palavra de Ramatís”, dará oportunidade a muitos autores umbandistas de rever seus conhecimentos e conceitos a respeito desse importante movimento espiritualista.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


Feiticeiros e Feitiçaria no Segundo Império do Brasil

Título: Feiticeiros e Feitiçaria no Segundo Império do Brasil
Autor: Diamantino Fernandes Trindade
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 436
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9788576184607
Edição:
Lançamento: Janeiro de 2019
Preço: R$ 55,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: A feitiçaria brasileira, “precursora” da macumba, é o tema principal deste livro e assunto dos mais palpitantes para os adeptos dos cultos afro-brasileiros e outros segmentos religiosos. A feitiçaria brasileira é, em parte, uma herança da colonização portuguesa no Brasil, bem como dos negros que aqui chegaram escravizados e algumas das práticas místicas dos índios. Nesta obra, o pesquisador Diamantino Fernandes Trindade mostra a convergência entre a feitiçaria, a macumba e a bruxaria. Faz o resgate de matérias, artigos e reportagens de diversos periódicos cariocas e de outros estados sobre a feitiçaria durante o Segundo Império brasileiro e sua “transição” para a macumba nas primeiras décadas do século vinte. Antes dos temas relativos à feitiçaria, macumba e bruxaria, ele apresenta alguns artigos que fornecem subsídios para o entendimento das matérias históricas resgatadas, como o Calundu, o Candomblé Colonial, e Pai João de Camargo, de Sorocaba, médium excepcional, que foi retratado no filme Cafundó, com Lázaro Ramos em seu papel. Destaque especial para o célebre feiticeiro da corte brasileira, Juca Rosa, sua prisão, o processo e a condenação que fizeram correr rios de tintas nos jornais cariocas. Destaca também as famosas perseguições policiais contra os terreiros dos feiticeiros, macumbeiros e bruxos. Uma rica galeria de imagens encerra esta obra.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.