Tratado Completo de Magnetismo Animal

Título: Tratado Completo de Magnetismo Animal
Autor: Barão Du Potet Sennevoy
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 548
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9788576183853
Edição:
Lançamento: Fevereiro de 2017
Preço: R$ 54,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Quatro estudiosos se destacaram ao longo do tempo nos estudos do magnetismo humano: Mesmer, Puységur, Deleuze e Barão Du Potet. Contudo, Du Potet foi muito mais longe do que seus antecessores, pela sagacidade para tentar novas experiências, pela segurança na aplicação desse fluido no tratamento das enfermidades, pela austeridade de suas pesquisas para dar importância científica a essa força magnética, tendo adquirido por isso o apelido de Patriarca do Magnetismo, aquele que “tinha na mão o fogo do céu”. É, portanto, nas suas obras que se deve buscar a luz e os meios necessários ao entendimento dessa força inerente ao homem, sobretudo do ponto de vista medicinal, pois abre-se a partir dela novos caminhos para a arte de curar. Neste Tratado Completo de Magnetismo Animal, em 12 lições, Barão Du Potet retoma as lições de seus antecessores, apresenta os resultados e análises de estudos e experiências que realizou, com relatos pormenorizados dos fenômenos produzidos por efeito do magnetismo, e vislumbra um suposto mundo em que a ciência futura encontrará a sua base e ponto de apoio nos princípios do magnetismo.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


A Arte de Magnetizar

Título: A Arte de Magnetizar
Autor: Charles Leonard Lafontaine
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 314
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9788576183266
Edição:
Lançamento: Janeiro de 2017
Preço: R$ 35,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: A Arte de Magnetizar faz parte da série “Magnetismo – A Força da Vida”, coleção destinada a esclarecer e dar suporte a todos que se utilizam do fluido magnético, propriedade física inerente aos seres, em trabalhos realizados nas casas espíritas, espiritualistas ou afins, voltados para o equilíbrio e restabelecimento dos corpos do homem. Embora esteja quase completando 170 anos do lançamento de sua primeira edição, o amplo conteúdo desta obra é ainda hoje tão atual que, quando colocado em prática por mãos sérias e bem treinadas, poderá operar enormes benefícios terapêuticos a enfermos, inclusive àqueles tidos como incuráveis pela medicina tradicional, posto que a ação do magnetismo animal sobre a matéria produz fenômenos físicos incontestáveis, dando-nos provas da existência da alma e da espiritualidade.
O pesquisador francês Charles Lafontaine, contemporâneo do conhecido Barão Du Potet, importante magnetizador da época, deixa registrado aqui, em 18 capítulos, as múltiplas qualidades do magnetismo como meio curativo e seus efeitos, tanto no campo fisiológico como no psicológico, observados a partir de sua incansável experiência prática em pacientes com câncer, paralisia, epilepsia, cegueira, hemorragias, surdez, dermatoses, e inúmeras outras enfermidades, apresentando estatísticas, análises e resultados de procedimentos terapêuticos que poderão estimular a sua aplicação mais eficaz e consciente.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.


O Magnetismo em Oposição à Medicina

Título: O Magnetismo em Oposição à Medicina
Autor: Barão Du Potet Sennevoy
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 252
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 978-85-7618-336-5
Edição: 1
Lançamento: Janeiro de 2015
Preço: R$ 55,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: O homem possui propriedades maravilhosas que podem agir sobre outros homens e sobre toda natureza viva. Essa emanação decorrente da alma, que nasce com o homem e morre com ele, se chama magnetismo animal. Capaz de percorrer o espaço com rapidez incalculável e atingir qualquer objeto a que esteja ligada, essa força oculta e divina pode erguer tanto o mundo moral, como o físico, bastando que o homem tenha domínio absoluto dos maus pensamentos, ao exercê-la, e firmeza para potencializá-la. Então produzirá fenômenos milagrosos. Esse era o pensamento do Barão Jules Du Potet, um dos mais notáveis magnetizadores que o mundo já conheceu. Adepto do mesmerismo, ele dirigiu inúmeras experiências em hospitais da França e Inglaterra, no século XIX, onde aplicava passes magnéticos que se tornaram conhecidos pela rapidez dos resultados e intensidade dos efeitos.
Mas o principal desafio de Du Potet iria mais além: apresentar ao mundo essa nova ciência que trazia possibilidades diversas para doenças incuráveis na época, cujos pacientes se deparavam com as dificuldades de uma medicina que se debatia em teorias infindáveis e experimentos pouco eficazes. Este livro O Magnetismo em Oposição à Medicina inaugura uma série de obras históricas que resgatam os desafios do magnetismo, conhecimento adormecido por mais de um século, pouco estudado dentro do espiritismo e outras doutrinas espiritualistas, mas absolutamente atual.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.





Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!