Barão Luís de Guldenstubbé

“Barão Luís Guldenstubbé foi conhecido principalmente por suas pesquisas e experimentos em pneumatologia. De origem sueca, pertencia a uma antiga família escandinava de renome histórico; dois de seus ancestrais do mesmo nome foram queimados vivos em 1309, em companhia de Jacques de Molay, por ordem do Papa Clemente V. Guldenstubbé viveu uma vida retirada, com sua virtuosa irmã. É afetuosamente lembrado por sua postura nobre, gentil e urbana, e por suas inúmeras caridades modestas. (…) Homem de cultura, independentemente de suas circunstâncias e da alta posição social, provavelmente era um médium, embora fosse inconsciente do fato. Obteve a escrita independente, mas pensou que isso viera como uma resposta às suas orações por uma prova da imortalidade. Meu amigo, o Rev. William Mountford, de Boston, que conheceu o barão e testemunhou notáveis fenômenos físicos em sua presença, disse-me que ele era excelente conhecedor do hebraico e sincero estudioso de evidências psíquicas; de nenhum modo entusiasta, mas um cavalheiro modesto, sério, buscador da verdade. O testemunho de tal pessoa a um fenômeno palpável, objetivo, com nenhum médium presente, a menos que ele próprio fosse um, é excepcionalmente precioso”.
Epes Sargent, As Bases Científicas do Espiritualismo, cap. I

Clique aqui para ver os livros de Barão Luís de Guldenstubbé





Livros em destaque


Comprar - R$22,00

Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!