A Desencarnação dos Animais

Título: A Desencarnação dos Animais
Autor: Janete Marie Monteiro Figueiredo
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 120
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 978-85-7618-220-7
Edição:
Lançamento: Fevereiro de 2011
Preço: R$ 40,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Muitos livros têm sido escritos sobre animais domésticos. Mas nenhum deles elucida com tanta clareza, simplicidade e riqueza de detalhes, o desencarne e socorro espiritual aos nossos irmãozinhos indefesos. A Desencarnação dos Animais vem suprir este espaço não preenchido na literatura espírita acerca de um assunto nunca antes abordado. É, por isso mesmo, uma obra de imensa ajuda para aqueles que ainda não se conscientizaram de que matar os animais, além de ser um ato de extrema crueldade, colabora para interromper o ciclo evolutivo desses seres da Criação, dos quais já fizemos parte um dia. Trata-se de um relato de profunda sensibilidade que não se detém à maldade praticada contra eles. Ao contrário, descortina o panorama em que se dá o socorro espiritual, no exato momento do holocausto a que são submetidos pelos homens, e revela para qual localidade do Espaço cada espécie é conduzida, após o atendimento amoroso.
Fabrício, um jovem médico-veterinário que parte desta vida para realizar no Espaço uma missão especial junto às consciências coletivas, relata toda a sua trajetória como socorrista espiritual na colônia Celeiro dos Anjos, localizada na contraparte etérica da bios­fera terrestre. E vai mais além: esclarece numa linguagem bastante acessível como se dá a evolução animal, ao mesmo tempo em que explica a verdadeira definição de alma-grupo, assunto considerado de difícil compreensão até entre os estudiosos.
Com toda certeza, esta é uma obra que nos fará refletir a fundo e romper definitivamente com o antigo hábito de servir à mesa “alminhas” tão indefesas.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.

Compartilhe:

  

Você também poderá gostar de:

         


Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!