Cura e Autocura à Luz do Evangelho

Título: Cura e Autocura à Luz do Evangelho
Autor: Adolfo Marques dos Santos
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 316
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 9788576184010
Edição:
Lançamento: Junho de 2017
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Por estarmos conscientes de que o espírito é cósmico, imortal e eterno, os ensinamentos contidos em Cura e Autocura à Luz do Evangelho vão acelerar magnificamente a nossa Centelha Divina, o que propiciará a nossa entrada numa frequência tal que seremos espontaneamente atraídos pelo Empuxo Crístico advindo da Essência do Amor — o Cristo Terráqueo.
Sabemos que, no vislumbre da luz, iluminados somos. Assim sendo, plasmemos o Universo Estelar e seremos alcançados pelo Tropismo Divino causado pela Luz da Grande Estrela — o Nazareno Mestre —, nosso referencial humano.
Durante as nossas reflexões perceberemos que curar-se para curar outrem é um ato de autoamor. Daí a autocura não ficar restrita ao corpo biológico, mas ao refazimento do homem integral na sua condição holística — alma e corpo —, conforme milenar assertiva que diz: Alma sã, corpo são.
Com a essência da mensagem evangélica transformada em vivência, nossa mente entra em elevadas faixas vibracionais. Dessa forma, estaremos evitando a instalação ou propagação de doenças, pois, quando nossa alma está motivada para sentir o Cristo-Amor, torna-se mais luminescente e se distancia vibratoriamente das faixas que possibilitam as patogenias de origem psíquica.
Certo é que só em concebermos que a nossa alma é imortal, ela sofre saltos quânticos, dado que passa a vibrar em campos energéticos mais luminosos, o que facilita o desempenho harmônico dos chacras, além do endógeno trabalho dinâmico dos órgãos do corpo somático.
Amar é a mais eficaz essência terapêutica da vida. Assim, ninguém poderá curar ou curar-se definitivamente enquanto não compreender a finalidade sagrada de a doença existir como efeito de causas pretéritas, considerando que a Lei de Deus não é punitiva, mas disciplinadora. Após a criatura absorver as reações das suas ações, amorosamente e com elegância, a cura sem dúvida será automática.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.

Compartilhe:

  

Você também poderá gostar de:

         


Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!