Rienzi

rienzi_02
Título: Rienzi
Autor: Edward Bulwer-Lytton
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 504
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 978-85-7618-197-2
Edição:
Lançamento: Fevereiro de 2011
Preço: R$ 60,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Na Itália do século XIV, Roma estava entregue ao poder de inescrupulosos nobres de famílias rivais e de mercenários estrangeiros. Decadente, sem leis, sem artes, sem ordem, enfim, sem as virtudes da antiga República, a noção de liberdade e dignidade havia desaparecido. Desmandos, fraudes, pilhagem, assassinatos e opressão aos cidadãos eram a tônica da época. Nesse cenário surge a figura extraordinária de um líder cujas únicas armas eram a eloquência e o carisma, a serviço de um ideal: restaurar a dignidade romana e a liberdade de seus concidadãos. Alçado à condição de tribuno, mais tarde de senador, Rienzi instaura um poder assentado no povo, vence a velha aristocracia corrompida, administra uma justiça igualitária e limpa a região dos assaltantes, atraindo para si o ódio de nobres e aventureiros que se empenham em sua destruição.
O herói desta narrativa é um personagem fascinante, que inspirou a Wagner a ópera intitulada Rienzi. A trajetória desse personagem, capaz de hipnotizar multidões e cultivar o mais terno amor pela única mulher de sua vida, se mescla com as histórias de cavaleiros, prelados, aventureiros e das principais figuras que compuseram a política e o poder da Europa à época. A peste negra, em plena Florença, as batalhas, os castelos, os acampamentos mercenários, os luxuosos interiores aristocráticos, o clero corrupto, a sociedade romana, tudo revive nas páginas desta obra.
Para retratar essa personagem singular e a verdade de sua vida, não bastaria um historiador: só os dons psíquicos especiais de Bulwer-Lytton, renomado autor de Zanoni e Os Últimos Dias de Pompéia, romances históricos consagrados, permitiriam um olhar tão fundo e detalhado de cenas, emoções, cenários e tramas. Sua reconstituição precisa e colorida nos transporta ao palco dos acontecimentos, à interioridade dos personagens, fazendo do leitor um privilegiado espectador de dramas românticos e embates públicos, e de uma reconstituição verdadeiramente cinematográfica de uma época aventuresca.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.

Compartilhe:

  

Você também poderá gostar de:

  gondolphin_02  vril_02-2  os_ultimos_dias_g  Jardineiro_g 


Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!