Herdeiros

herdeiros_02
Título: Herdeiros
Autor: Luis Marcio Arnaut
Coautor: Sem coautor
Formato: 14x21cm
Páginas: 200
Categoria:
Capa: 4 cores (Laminação fosca)
Acabamento: Cola PUR
ISBN: 978-85-7618-247-4
Edição:
Lançamento: Março de 2012
Preço: R$ 45,00


Quero comprar este livro.

Sinopse: Relatos são para compartilhar experiências, deixar registrado um exemplo, mostrar a singularidade ou a relatividade das coisas. Herdeiros é um conjunto de textos psicografados por artistas – músicos, cantores, atores, escritores, bailarinos – que tiveram prestígio e popularidade e, após o desencarne, se comprometeram a relatar o momento exato da passagem para a outra vida, a fim de compartilhar suas experiências e mostrar que apenas os valores que nos impulsionam a ser pessoas melhores servem de escada para a recuperação no plano espiritual.
A arte abre as portas do mundo dos sentimentos, mas não faz do artista alguém diferente dos demais encarnados, por conta de sua fama. Ao contrário, as ilusões pessoais, o personalismo, o poder e a vaidade, permeados de sonhos equivocados e carências íntimas, revelam que o caminho tomado é difícil e enganoso, e que a realidade fatalmente será desnudada mais à frente, conforme está na Lei.
Coordenada pelo Imão V., amigo que colaborou tanto na comunicação dos espíritos como na inspiração mediúnica, a obra Herdeiros não se preocupa em revelar a identidade dos artistas, embora deles se possa tirar conclusões, mas sim com as lições extraídas da vida dessas almas que lutaram por ideais, muitas vezes subjugados a mero entretenimento e diversão, quando na verdade a arte é uma luz divina, inspirada por uma força maior.
Que estes relatos possam se converter em bênçãos do Além, acalentando corações e amolecendo sentimentos inferiores enraizados, para compor uma grande e nova obra na caminhada de cada ser.


Conheça mais sobre esta obra clicando aqui.

Compartilhe:

  

Você também poderá gostar de:

  povos_primitivos_02  a-vida  Buscando_saida_g  atlantida_v2_1ed_02 


Era uma vez um espírita

Paz e Amor, Bicho!